Pilates no tratamento da hérnia discal lombar

Andreia Ribeiro e Gabriela Zaparoli Belucci
Andreia Ribeiro e Gabriela Zaparoli Belucci

Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 90% da população sofre, sofreu ou sofrerá de problemas da coluna. Cerca de 5,4 milhões de brasileiros têm problema de hérnia discal, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O Pilates tem sido procurado como método de tratamento por se mostrar bastante eficaz, tanto a longo, como em curto prazo, atuando em todas as fases da hérnia de disco, proporcionando a cada uma delas a melhora dos sintomas do paciente e evitando as recidivas da patologia.

É um método de treinamento indicado para qualquer pessoa. Pode ser praticado tanto por quem quer fortalecer a musculatura e tem sérios problemas de coluna, até um atleta de alto nível. A técnica consegue, através de seus equipamentos, um atendimento personalizado, que visa a melhora dos sintomas em pacientes e o aumento do desempenho de esportistas.

Quem sofre de hérnia de disco não precisa parar de praticar regularmente exercícios físicos, mas deve tomar alguns cuidados. As aulas de Pilates seguem o princípio básico do método: contração dos músculos abdominais, associado à respiração, que proporciona estabilização da coluna lombar e diminuição da dor. É baseado em seis princípios: respiração, centro de força, concentração, controle, precisão e fluidez.

Esse método enfatiza o fortalecimento dos músculos abdominais e lombares e usa diferentes abordagens, enquanto mantêm uma boa postura e alinhamento corporal.

Os músculos abdominais, principalmente o transverso e os oblíquos, produzem pressão intra-abdominal através da contração, é esta pressão que, agindo sobre o diafragma, serve como um mecanismo de atenuação de cargas compressivas sobre os discos intervertebrais e melhora a nutrição discal.

Exercícios tradicionais de fortalecimento dos músculos abdominais e de extensores de tronco têm sido alvo de críticas por submeter à coluna vertebral a altas cargas de trabalho, aumentando o risco de uma nova lesão. Estudos recentes comprovam a eficácia do Pilates como tratamento para hérnia discal, considerado menos lesivo por ser realizado com a coluna em posição neutra.
pilates
O Pilates costuma ser efetivo nas dores causadas pela hérnia de disco porque os exercícios geram um maior afastamento entre as vértebras, graças a movimentos de alongamento. Os benefícios são adquiridos através da essência do método, que promove a estabilização da hérnia de disco e possibilita uma vida saudável e sem dor. A postura melhora, os músculos adquirem maior tonicidade, as articulações tornam-se mais flexíveis e a forma do corpo mais equilibrada, ereta e alongada.

No Studio One Pilates, em uma fase aguda da patologia, iniciamos com aulas individuais e personalizadas, conseguindo focar mais na reabilitação. Passamos exercícios mais leves e, às vezes, se necessário, associamos a terapia manual e a RPG (Reeducação Postural Global). Conforme conseguimos fortalecer a musculatura, ganhar flexibilidade e diminuir a dor, aumentamos a intensidade dos exercícios. O aluno que sofre de hérnia de disco terá sua aula programada por um instrutor que fará as atividades de acordo com os exames e necessidades do aluno.

Venha nos conhecer, agende sua aula experimental, e tenha qualidade de vida e bem-estar.

ONE Pilates
Andreia Ribeiro / Fisioterapeuta – UNITRI/MG
Gabriela Zaparoli Belucci / Fisioterapeuta – UNIBAN/SP

Rua Abílio Soares, 233
Paraíso – São Paulo / SP
Tel.: (11) 3051-4139
www.onepilates.com.br

Tags