Keukenhof, o parque que vale uma viagem

Keukenhof, Amsterdã - Foto: Airton e Maria Gontow
Keukenhof, Amsterdã - Foto: Airton e Maria Go

Atenção, querido leitor ou leitora, para ler esta matéria você precisa ter paciência!

Não é que o texto seja longo demais. São poucas linhas e tudo – palavras e fotos – cabe em duas páginas! A revista não publicaria um texto ruim, mas mesmo se fosse, essas paisagens compensariam tudo.

É que logo você terá vontade de pegar o avião e ir até a Holanda para visitar essa maravilha, que é o Keukenhof, o Parque das Tulipas.

Mas você não poderá ir rapidamente para lá. Isso porque o maior e mais belo parque floral do mundo só abre para a visitação poucas semanas por ano, quando as tulipas mostram seu esplendor. Em 2015, abriu somente de 20 de março a 17 de maio. Em 2016, o período será praticamente o mesmo.

Keukenhof, Amsterdã - Airton e Maria Gontow

Keukenhof, Amsterdã – Airton e Maria Gontow

Com sete milhões de bulbos plantados à mão anualmente por verdadeiros artesãos da jardinagem e mais de 2.700 árvores, em uma área de 32 hectares, com muitos jardins e quatro pavilhões, o parque recebe, em apenas dois meses, cerca de 800 mil visitantes, em busca de suas flores – narcisos, jacintos, rosas, orquídeas, íris, cravos lírios e,  principalmente, cinco mil variedades de tulipas – de cores e formas variadas;  além de grama verde, Moinho, cafés, lagos e lindos trabalhos ornamentais, como o mosaico floral de 250m2 feito este ano, só com tulipas, com o autorretrato de Van Gogh. A cada ano é criado um novo tema central e em 2015 o homenageado foi justamente Vincent van Gogh, para marcar os 125 anos da morte de um dos grandes nomes da pintura holandesa e mundial.

O Keukenhof é imenso e geralmente o número de pessoas não incomoda. Fica em Lisse à “meia hora” de Amsterdã, Haia, Haarlen, Leiden e Delft, mas é importante que você não se deixe acomodar pela curta distância e tente chegar bem cedo, para escapar do trânsito no caminho. Para quem tem o hábito de andar de bike, uma excelente pedida é partir de Noordwijk, Zandvoort ou mesmo de Leiden, e pedalar até Kenkenhof.

Dá para fazer o parque em um dia, mas também é boa opção dividir o passeio em dois e fazer tudo mais preguiçosa e prazerosamente.

Um dos grandes momentos do parque é a famosa Parada das Flores, em maio. É um passeio incrível, mas você só deve visitar o parque neste dia se você for um apaixonado por grandes eventos, multidões e, claro, flores. Nessa ocasião, com tanta gente, você vê um grande e florido desfile, mas o parque perde parte de sua identidade cotidiana.

Pedalar (ou caminhar) no parque é uma experiência incrível. Você pode – e deve – também alugar uma bike para percorrer os campos de tulipas da região (algumas pessoas fazem também um belo e bucólico passeio de barco). Sair por aí, em estradinhas planas, que margeiam os campos de tulipas, de diversas cores, é dessas experiências para guardar por toda a vida. Um bom percurso dura cerca de duas horas. Ao pedalar por essa região a gente se sente flutuando, a caminho das nuvens, como na clássica cena do filme “E.T”, de Steven Spielberg.

Este ano, a humanidade viu com espanto e alegria que uma sonda enviada pelo homem finalmente chegou próxima de Plutão, após percorrer incríveis 4,8 bilhões de quilômetros. Também assistimos com esperança em um futuro melhor a notícia de que pela primeira vez astronautas comeram alface plantada no espaço.

No último mês de maio, esse repórter caminhou, pedalou e sonhou com o dia em que cada ser humano pudesse ver em nosso planeta ao menos um lugar tão maravilhoso quanto Keukenhof, plantado pela natureza e pela mão do homem. Apesar de tantos problemas, nossa querida Terra é maravilhosa e repleta de lugares que são de outro mundo.

ONDE FICAR

Amsterdã

Mövenpick Hotel – Piet Heinkade 11 – 1019 BR Amsterdam – Tel: 31205191200

Haia

Carlton Ambassador Hotel – Sophialaan 2 – 2514 JP The Hague – Tel: 31703630363

A Holanda possui uma ampla rede de hotéis, pousadas, albergues e até “botels” (barcos que são hotéis na água), para todos os gostos e bolsos. Também há muitas opções de alugueis de quartos, apartamentos e casas, além de casas-barcos.

COMO CHEGAR

KLM – há voos para Amsterdã a partir de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e Recife.

*O jornalista contou na viagem com o apoio da Holland Alliance.

Texto: Airton Gontow
Fotos: Maria Pereira Gontow