Concentração e Meditação

Concentrar-se é, sem dúvida, uma habilidade fundamental para qualquer carreira executiva ou empresarial bem sucedida; para um desportista alcançar resultados extraordinários, e mesmo para um estudante ter eficácia no processo de aprendizagem.

Treinar concentração é semelhante a exercitar um músculo. É preciso que haja frequência e disciplina, a fim de gerar um resultado cumulativo. O treinamento servirá para reduzir a dispersão, incrementando nosso foco a níveis muito elevados.

Para se conquistar a concentração é necessário antes alcançar uma estabilidade das emoções, eliminando estados de estresse ou de ansiedade, já que estes por serem mais densos que a mente acabam por eclipsar nossa capacidade de foco. Cumprida esta etapa alcançaremos, na sequência, a abstração dos sentidos.

O treinamento de concentração mental pode ser alcançado através de técnicas orgânicas, de respiração, de criação de arquétipos ou moldes mentais, dentre outras. Quanto mais treinarmos mais rapidamente alcançaremos altos níveis de concentração.

Depois de algum tempo focado em um único objeto, ampliamos nossa percepção, atingindo outro nível de consciência, mais sutil e avançado, chamado de ‘meditação’. Meditar consiste na capacidade de estabilizar as ondas mentais, fazendo com que elas efetivamente parem. Nesse momento, entra em ação a intuição linear, que é um outro nome para o estado de meditação.

Você já tentou ficar 10 segundos sem pensar em absolutamente nada? Faça esta experiência. Conseguiu? Com certeza, 99,99% das pessoas não irão conseguir. Isto ocorre porque a natureza de nossa mente é irrequieta, como uma criança mimada que precisa de novidades e agitação o tempo todo.

Todos nós já experimentamos ter uma intuição, no entanto, não sabemos como repetir este processo, conscientemente.

O treinamento serve, justamente para que possamos conquistar o domínio da meditação. É como andar de bicicleta, uma vez aprendido, não se esquece mais.

Outro fator interessante é que a prática da meditação nos ensina a aquietar a mente e, portanto, contribui para descansá-la, assim como auxilia no combate ao estresse.

Através de uma maior capacidade de concentração e foco adquirimos maior eficácia em tudo o que fazemos, produzindo mais em menos tempo; e, ainda, tornamos a tomada de decisão mais lúcida, reduzindo os erros.

Gustavo Oliveira
Professor do Método DeROSE
Diretor da GO Performance – sports and business
11 3589-7227
www.metododerosevilamariana.com.br