Como está sua selfie?

Mylla Christie e José H. Todescan J
Mylla Christie e José H. Todescan J

Em uma sociedade onde fotografamos e somos fotografados a cada evento, a estética do nosso sorriso é cada vez mais notada e às vezes até criticada. Dentes tortos podem dar a sensação de desleixo ou falta de cuidado.

Quando desejamos mudar a posição dos dentes, uma das opções é o tratamento ortodôntico, que outrora eram apenas destinados às crianças e adolescentes e nos dias de hoje atraem cada vez mais os pacientes de idade adulta.

Dr. André Tortamano, Professor Assistente de Ortodontia na USP e responsável pela ortodontia em nossa clínica explica o que tem mudado neste tipo de tratamento nos últimos anos.

Os aparelhos ortodônticos tiveram uma evolução muito grande, tanto em técnica como em materiais que os compõe. Estamos conseguindo deixar os tratamentos mais rápidos, seguros e estéticos.

Além dos aparelhos fixos metálicos tradicionais, dispomos de aparelhos fixos estéticos (da cor do dente), aqueles colados pelo lado dos lábios, colados pelo lado da língua e os chamados de alinhadores, que se assemelham às placas de clareamento, que são trocadas quinzenalmente, fazendo com que os dentes se movimentem a medida que os alinhadores vão sendo trocados.

Nos aparelhos fixos chamados de autoligados, o fio ortodôntico se prende através de um encaixe, sem precisar de outro dispositivo como amarrilhos ou borrachinhas para se fixar. Esse sistema diminui o atrito proporcionando uma movimentação dentária mais eficiente. Também disponível em aparelhos metálicos e estéticos.

Para saber qual aparelho ortodôntico mais indicado para o seu caso e seu estilo de vida, consulte um ortodontista de sua confiança.

José H. Todescan Jr

José H. Todescan Jr

José H. Todescan Jr.
Especialista em Prótese Dental pela USP Especialista em Odontopediatria pela USP Especialista em Endodontia Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética Capacitado em toxina botulínica e preenchedores estéticos