REINVENTANDO A FESTA

Buffet infantil da Vila Mariana investe em atrações para pais e crianças interagirem, substitui brinquedos eletrônicos por atividades e brinquedos lúdicos que agregam desenvolvimento e aprendizado para valorizar sempre a criatividade e imaginação das crianças.

Basta começar a planejar o próximo aniversário do seu filho que surge a primeira – e maior – dúvida de todas: onde
realizar a festa?

Se antes comemorações feitas em casa, ou em salões de condomínio, eram consideradas opções quase que obrigatórias para a organização desse tipo de evento, atualmente o grande número de buffets em São Paulo especializados na realização de festas infantis mudou esse cenário, especialmente porque os pais buscam praticidade, e as crianças cada vez mais estão interessadas em festas onde haja diversidade na oferta de brinquedos.

Com isso, quem agradece é o público e o mercado do setor. De acordo com dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em 2015, a realização de festas infantis cresceu em média 30% no Brasil. Além disso, levantamento realizado pela Associação Brasileira de Eventos Sociais (Abrafesta) demonstrou que o mercado movimentou quase R$ 17 bilhões em 2016, mesmo em um momento de recessão na economia.

Mas, como todo e qualquer empreendimento, existem empresas ganhando muito dinheiro e outras, em contrapartida, perdendo. E a pergunta é por quê?

Segundo Juliana, a diretora do Grão de Lua, responsável pela área de vendas e operações do Buffet Infantil Grão de Lua – que completa três anos no mercado em 2018 – a alta concorrência do setor e a falta de inovação são fatores decisivos:

“Como existem muitos buffets em São Paulo, a disputa é imensa. Os pais valorizam muito a possibilidade de comemorar o aniversário dos filhos e a busca pelo ‘diferente’ com a aplicação do conceito lúdico pesa na escolha
do local”, afirma.

Ainda de acordo com a profissional, saber agradar não somente as crianças, mas também os pais, incluindo-os junto aos filhos na interação dos brinquedos e também na construção da festa pode ser um atrativo a mais diante da concorrência:

“No Grão de Lua não há nenhum brinquedo que tenha restrição de peso. Isso permite que os pais estejam com as crianças caso queiram, ou então que as deixem em companhia dos monitores. Além disso, nossa decoração não é estática. Aqui as mães se quiserem podem construir a decoração conosco. Esse é um processo participativo e inclusivo”, completa.

ABRINDO O PRÓPRIO BUFFET

Localizado na Rua Vergueiro, 4382, próximo ao metrô Chácara Klabin, o buffet nasceu da união entre a visão empreendedora dos proprietários do local e a percepção que muitos adultos têm ao se deparar com a sensação de ter
que ir à mais uma festa infantil, conforme explica Juliana:

“Eu tenho dois filhos e chega uma hora da nossa vida que a única coisa que a gente faz é ir a festas infantis. Então, eu sempre achei que o serviço pudesse ser diferente, afinal as festinhas que eu ia eram muito legais para
as crianças, mas os pais ficavam com um pouco de preguiça de ir. Por isso, achava que faltava ter um lugar agradável para os adultos também. Nisso, começaram a surgir alguns buffets com essa pegada, mas na Vila Mariana
não existia, nem o tradicional, nem mesmo os dessa nova geração de buffets sem equipamentos eletrônicos”.

Motivados em preencher essa lacuna no bairro foi que os idealizadores do projeto decidiram transformar uma antiga oficina mecânica em um buffet infantil inovador, por meio de um conceito focado no lúdico, onde a cooperação e a participação coletiva entre as crianças fosse o carro-chefe do local:

“A principal orientação na construção do espaço foi a aplicação do conceito lúdico, que é quando você alia diversão com desenvolvimento e aprendizado. Com isso, tivemos o desafio de tirar os brinquedos eletrônicos para incentivar que o uso da criatividade e da imaginação se desenvolvessem enquanto as crianças estivessem se divertindo.

Essa foi a forma que nós encontramos de sermos diferentes”, afirma Marcelo, responsável pela área comercial do Buffet Infantil Grão de Lua.

A principal orientação na construção do espaço foi a aplicação do conceito lúdico, que é quando você alia diversão com desenvolvimento e aprendizado.

ESCOLHA DO BAIRRO

Se a aposta no modelo de negócios em que pais e crianças são os protagonistas da festa foi a maneira mais rápida de fazer o buffet dar certo, outra decisão importante para o desenvolvimento da empresa foi a escolha de inaugurar
o espaço na Vila Mariana, bairro que até então, não possuía nenhum local para festas infantis com conceito lúdico aplicado, segundo explica Juliana:

“Além da Vila Mariana ser um bairro onde não havia nenhum espaço para festas infantis dentro do conceito lúdico, este é um bairro em crescimento, com muitas crianças e escolas”.

Mas engana-se quem pensa que é só de festas infantis que o Buffet se sustenta. Abrangente como a vizinhança
do próprio bairro, há outros tipos de serviços que vêm crescendo no Grão de Lua como eventos personalizados e aniversários para públicos de diversas idades, como comemorações de 15, 18 anos e até de 80 anos!

Além dos modelos de festas tradicionais, o espaço também promove um modelo de festa diferente e atual: “Fazemos
também a Festa Acampamento em que as crianças passam a noite no nosso espaço. No total são 14 horas de festa, começando as 19h e indo até as 9h do dia seguinte”.

Nesse modelo de festa dormem no Buffet as crianças, os pais do aniversariante e a equipe de monitores, fazendo revezamento. No dia seguinte é realizado um café da manhã junto com os pais. “Sempre é um sucesso. Nos atentamos aos pequenos detalhes para surpreender os convidados”, completa Juliana.

Desse modo, ao tornar-se cada vez mais personalizado e diversificado, o mercado de festas infantis se reinventa na Vila Mariana para trazer à realidade uma atmosfera de sonho, tornando momentos especiais em inesquecíveis. Assim, não há crise que resista!

Você sabia?

O conceito de bufê infantil surgiu no Brasil. Os primeiros espaços dedicados a festas para crianças apareceram na década de 80, na cidade de São Paulo.

Hoje, o setor tem um crescimento anual de aproximadamente 30% no país, segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Na capital paulista, eles já são mais de 1,8 mil. Com a concorrência cada vez maior, os empresários do setor passaram a apostar em diferenciais para garantir a clientela.

Vantagens em comemorar a festa em buffets infantis

Praticidade: Se você não gosta – ou não tem tempo – para colocar a mão na massa, a escolha pelo buffet é certeira. A empresa cuida de todos os detalhes da comemoração e você não precisa se preocupar com quase nada.

Entretenimento e estrutura: Os pacotes oferecidos pelas casas de festas também já incluem brinquedos e monitoria. Verifique se o local escolhido oferece opções de brinquedos para as principais faixas etárias dos convidados.

Erros a serem evitados na hora de escolher um buffet infantil

Nunca escolha um espaço que não dê liberdade à criança. Em alguns locais, os espaços são tão pequenos e querem colocar tantas atrações que não há espaço para as crianças brincarem e os convidados transitarem, ou seja, fica todo mundo incomodado.

Não sature as crianças com muitas atrações, pois elas também gostam de correr e brincar entre eles, sem brinquedos eletrônicos.

Sempre tenham uma opção de alimentos para as crianças com alguma restrição; nada pior do que a criança ir à uma festa e não poder comer nada. Para evitar esse tipo de desconforto, é só perguntar aos pais se o aniversariante ou algum convidado tem algum tipo de restrição alimentar.

Antes de fechar uma festa, peça para fazer uma degustação dos alimentos que serão servidos no dia da festa, para não haver surpresas desagradáveis.

graodelua.com
(11) 2528-0505
Rua Vergueiro, 4382
São Paulo – SP